Escolha uma Página

Quem mora na maior cidade do país enfrenta algumas dificuldades no cotidiano, como longas distâncias a serem percorridas, trânsito lento, lugares lotados e muitas outras. Enfrentar problemas relacionados ao bem-estar se torna uma opção, pois, existem os planos de saúde em São Paulo.

Um serviço de assistência médica pode fazer muita diferença, uma vez que ajudará a diminuir o estresse e parte das preocupações.

No momento da contratação dos planos é necessário ter atenção, para que aquilo que parecia uma solução, não se torne um problema. Veja o que considerar nos planos de saúde em São Paulo.

 

Coberturas disponíveis

As coberturas dizem respeito ao tipo de atendimento que o beneficiário terá direito, e cada plano costuma oferecer procedimentos diferenciados.

Quando se trata de um plano empresarial a melhor escolha é um que oferece a cobertura ambulatorial que garante acesso a consultas e exames, combinado com um plano hospitalar que disponibiliza internações e cirurgias.

Em relação aos procedimentos, eles respeitam o rol mínimo determinado pela ANS, porém, pode haver procedimentos extras, sendo necessário verificar com o corretor quais seriam.

Leia mais: Normas ANS: Conheça as regulamentações para plano de saúde

 

Área de abrangência dos planos de saúde em São Paulo

Esse ponto trata das cidades que serão atendidas pelos planos de saúde em São Paulo e a escolha pode depender da área de atuação da empresa ou necessidade dos beneficiários.

É possível escolher uma cobertura regional, que, por exemplo, contemplaria apenas a grande São Paulo e cidades da região metropolitana. Se quiser expandir um pouco mais a região, tem a opção do plano estadual, entretanto, se os seus colaboradores viajam a negócio por todo o Brasil, um plano com cobertura nacional é o mais indicado.

 

 

Rede de atendimento

Como já dito a cidade de São Paulo exige que seus moradores se desloquem muito, mas, para conseguir atendimento médico isso não deve ser uma necessidade.

É preciso que a rede de serviços ofereça locais de atendimentos que fiquem próximo aos beneficiários. Para que se consiga isso, é necessário que haja uma rede bastante ampla, com profissionais e hospitais espalhados pelas cidades abrangidas. Quanto mais extensa a rede for, mais fácil será conseguir assistência por perto.

 

Modalidades de pagamento

Os pagamentos dos serviços de saúde costumam ser mensais, entretanto, existem duas modalidades, a com coparticipação e sem coparticipação. São elas que definem o valor a ser pago, podendo esse ser fixo ou variável.

É preciso conhecer o perfil de quem utilizará os planos de saúde em São Paulo e os valores praticados por cada operadora para entender qual é o mais vantajoso.

 

 

Suporte prestado pelo corretor

O corretor é o profissional que faz a venda dos planos de saúde em São Paulo e presta todo o suporte. Ele precisa saber explicar sobre o serviço que está oferecendo e esclarecer dúvidas.

Se conseguir fazer isso significa que é um bom profissional, mas acima de tudo que a operadora de saúde é bem estruturada e possui um serviço sólido. Isso trará mais segurança ao fazer a sua escolha.

Para que possa escolher entre os planos de saúde em São Paulo é preciso conhecer o que faz com que eles se diferenciem e entender as necessidades de quem fará uso deles. Por mais que você saiba qual a melhor escolha, sempre vale ouvir um corretor que garantirá que a assistência trará os melhores benefícios.