Escolha uma Página

Oferecer benefícios aos colaboradores pode ser interessante para o empregador, porém é comum surgir a dúvida de como escolher um plano de saúde.

Entender o motivo de ofertar uma assistência médica é o primeiro passo para esclarecer essa questão. Esse benefício pode atrair funcionários e ajudar a reter os atuais, além de cuidar melhor da saúde dos trabalhadores, evitando que eles faltem ou se afastem por doenças.

A próxima etapa é buscar compreender o plano de saúde para fazer a escolha certa e seguir algumas dicas.

Como escolher um plano de saúde

Para decidir sobre qual plano de saúde disponibilizar para os colaboradores da empresa é preciso ficar atento a diferentes pontos. Veja alguns deles:

1. Verificar a área de abrangência

A área de abrangência se refere aos locais em que será possível conseguir atendimento, podendo ela ser regional, estadual ou nacional. Se a empresa possui atuação regional, essa pode ser uma alternativa, entretanto se possui diversas filiais espalhadas pelo país e os colaboradores viajam com frequência para elas, o nacional acaba sendo o mais indicado.

Existe também a possibilidade de se fazer o plano nacional para a área de vendas, por exemplo. Já que é um setor que tem a necessidade de locomoção por todo o país. Para colaboradores que não fazem esse tipo de locomoção o plano regional é o mais indicado.  

Leia mais: Descubra quais são os tipos de planos de saúde existentes

2. Como escolher um plano de saúde: Compare as coberturas oferecidas

Entenda as necessidades dos funcionários para contratar um plano mais adequado. O mais comum é que queiram um serviço acessível e que permita cuidar da saúde por completo.

Os planos com segmentação assistencial ambulatorial + hospitalar com obstetrícia são mais indicados por contemplarem consultas, exames e internações. Além disso, verifique se existe alguma cobertura adicional oferecida que possa ser atrativa, existem diferentes planos em cada operadora e avaliar todos atentamente é importante.

3. Analisar o período de carência

Os planos de saúde empresariais para mais de 30 vidas não possuem carência, ou seja, não será preciso aguardar para utilizar o plano se a adesão for feita quando se ingressa na empresa ou quando a assistência médica for contatada pela organização.

Já para as empresas de 02 a 29 vidas, caso estas pessoas possuam um plano, as carências também podem ser compradas e ficando assim livres a utilização. Porém, caso não possuam as seguradoras costumam trabalhar com uma redução promocional que pode ser um atrativo para a compra do plano empresarial.

Conhecer se existe ou não período de carência e informar aos colaboradores é essencial para evitar futuras reclamações em relação à utilização.