Escolha uma Página
Como fazer a contratação de RC profissional em 6 passos?

Como fazer a contratação de RC profissional em 6 passos?

O RC profissional é válido para as pessoas que buscam trabalhar com mais tranquilidade, pois cobre despesas com possíveis ações judiciais por erros que sejam cometidos durante o exercício da profissão. Além disso, também resguarda a pessoa contra qualquer imprevisto que possa surgir.

Para contratar o serviço é preciso entender como ele funciona. Assim como ter a ajuda de um profissional que oriente a encontrar a opção mais adequada para as suas necessidades.

Entenda o que é preciso conhecer e quais são os passos a serem seguidos para ter mais segurança. Bem como um suporte em casos de imprevistos durante o exercício da profissão.

 

1. Veja se o seguro RC profissional abrange a sua categoria

O RC profissional é um seguro destinado a profissionais liberais com formação universitária e abrange diferentes áreas de atuação, como médicos e advogados.

Para que possa fazer a contratação das coberturas oferecidas, é necessário verificar se está enquadrado nas exigências para que usufrua dos benefícios. Essa informação pode ser obtida junto a um corretor.

 

2. Entre em contato com um corretor para receber auxílio

Será necessário contar com um intermediador entre você e a seguradora, sendo que a pessoa mais indicada para fazer isso é um corretor.

Esse profissional é capaz de orientar sobre como fazer a contratação do RC profissional da forma correta. Além disso, ele presta todo o suporte necessário, esclarece dúvidas e apresenta as opções disponíveis.

Escolha um profissional que possua boa reputação, seja parceiro de uma corretora renomada e que demonstre interesse em ajudar e não apenas em vender. Tudo isso porque ele é fundamental para que você encontre a opção ideal.

 

 

3. Escolha entre o RC Profissional individual ou coletivo

A modalidade de contratação pode ser coletiva, quando se deseja proteger vários profissionais. Essa escolha costuma ser feita por instituições ou sindicatos que desejam proteger os seus membros. Quando se trata de uma empresa, essa é a opção certa.

Entretanto, se você está contratando o RC profissional porque não conta com essa proteção oferecida por nenhuma instituição, terá que optar pelo seguro individual e definir como serão as coberturas.

Leia mais: 8 benefícios do seguro para profissionais

 

4. Verifique as coberturas disponíveis e a duração da apólice

O seguro RC profissional visa cobrir eventuais prejuízos em ações judiciais. Porém, é possível incluir alguns itens adicionais, como perícias, indenizações por danos estéticos e morais, entre outros.

O corretor poderá ajudar a fazer uma análise das necessidades conforme os riscos que a profissão envolve.

 

5. Avalie a duração da apólice

A duração da apólice costuma ser de um ano, apesar de haver outras opções. Quando não ocorre a renovação desse seguro, existe o que é chamado de prazo complementar.

Esse é um período que permite que, caso o profissional seja acionado juridicamente até 3 anos após o término da vigência da apólice, possa contar com as coberturas que haviam sido contratadas.

 

 

6. Assine a apólice e esteja protegido

Após decidir sobre o seguro a ser contratado, basta informar ao corretor para que ele providencie a adesão ao serviço.

Com a apólice em mãos, leia atentamente e verifique se o que foi combinado está especificado. Se estiver tudo certo, é só assinar e começar a trabalhar com mais tranquilidade sabendo que está mais protegido.

Seguindo essas orientações, saberá todas as etapas para contratar um seguro RC profissional que possa lhe atender adequadamente.

8 benefícios do seguro para profissionais

8 benefícios do seguro para profissionais

Existem alguns seguros no mercado que garantem a proteção das pessoas ao exercer a profissão, um deles é o seguro para profissionais. Ele também pode ser chamado de RC Profissional.

Principalmente os profissionais da saúde, advogados, contadores, entre outros, que lidam com vidas e bens de terceiros, acabam sentindo uma maior necessidade de contar com esse suporte.

O RC profissional está disponível, pode ser facilmente contratado e oferece uma série de benefícios para quem o possui. Saiba de que maneira ele pode ajudar os prestadores de serviços e quais benefícios oferece:

 

1. Pode ser facilmente contratado pelos profissionais

Qualquer profissional com formação pode contratar o RC profissional. Basta escolher o serviço mais adequado, apresentar a documentação solicitada e realizar a contratação.

Tudo isso é feito com o auxílio de um corretor que torna esse processo ainda mais simples e transparente.

 

2. É possível trabalhar em qualquer empresa e ter o seguro

Se a ideia é ter segurança durante as atividades desempenhadas em sua profissão, não é preciso esperar que isso seja oferecido pela empresa que o contratou ou está prestando serviço.

O profissional pode ter as coberturas do seguro e contar com elas independentemente de realizar suas atividades em uma instituição ou negócio próprio. Assim, ao mudar seu local de trabalho não precisará se preocupar em recontratar ou renovar o serviço.

 

3. Escolha apenas as coberturas que precisa do seguro para profissionais

Não é preciso pagar pelo que não usa ou é desnecessário. Basta escolher quais serão as coberturas contratadas no seguro para profissionais e investir apenas no que pode lhe proporcionar mais tranquilidade para trabalhar.

 

4. Ressarcimento de custos judiciais

Uma das coberturas que pode ser adicionada é o ressarcimento com os custos judiciais. Dessa forma, é possível evitar que os prejuízos financeiros saiam do próprio bolso, por exemplo. Esse serviço ainda resguarda o profissional em outros imprevistos judiciais.

 

5. Indenização por danos materiais ou corporais

Erros podem acontecer até mesmo com os melhores profissionais, nas mais diferentes áreas. Se um paciente ou cliente entrar com uma ação pedindo ressarcimento, você poderá utilizar a indenização disponível no seguro sem ter custos adicionais com o caso.

Leia também: Corretora de saúde SP: Conheça os diferenciais da Coplana

 

6. Cobertura para danos morais

Nem sempre os danos são apenas estéticos ou materiais. A pessoa prejudicada pode alegar que lhe foram causados danos morais e o seguro para profissionais conta com essa cobertura, uma vez que situações como essas acontecem.

 

7. Auxílio com os custos para restituição de imagem

Quando ocorre um erro, a pessoa prejudicada talvez queira divulgar a situação e isso interfere na imagem profissional.

Para que possa recuperar o prestígio, é possível contar com um auxílio do seguro para profissionais que minimizará esse impacto e fará com que as pessoas voltem a confiar no serviço prestado.

 

8. Transmite maior segurança para os clientes

Não é preciso informar a qualquer cliente que você, como profissional, possui o seguro. Porém, se for questionado sobre o assunto é importante falar sobre o serviço.

Ao informar que possui o RC profissional, a pessoa demonstra que trabalha com cuidado e não espera que problemas aconteçam. Além disso, se antecipa pensando em diferentes situações. Dessa forma, os clientes ganham confiança e se sentem mais protegidos.

O seguro para profissionais pode oferecer muitas outras vantagens e coberturas para quem conta com ele. E, em todos os casos, ampara os trabalhadores e passa mais segurança para quem confia suas vidas e bens aos profissionais.

Corretora de saúde SP: Conheça os diferenciais da Coplana

Corretora de saúde SP: Conheça os diferenciais da Coplana

Quando se contrata uma assistência médica, é importante escolher uma corretora de saúde SP que auxilie a obter as informações necessárias e a realizar a adesão do serviço. O problema é que existem muitas empresas desse segmento e nem todas atendem as necessidades da organização.

É preciso optar por uma corretora que possa oferecer exatamente o que sua empresa está precisando e preste um suporte exclusivo. Pensando nisso, entenda quais são os diferenciais da Coplana e saiba porque ela é a melhor opção para você:

Planos sob medida para a sua empresa

A corretora de saúde SP Coplana possui parceria com diferentes operadoras de saúde e possui em seu portfólio variadas opções de planos. Isso permite que ela ajude a sua empresa a encontrar planos que realmente atendam as necessidades dos colaboradores.

O corretor consegue fazer uma análise das melhores opções e aponta algumas que podem ser escolhidas para cuidar dos funcionários, sempre considerando as características individuais de cada organização.

Profissionais que conhecem o produto

Para conseguir oferecer os planos sob medida, os profissionais da Coplana não apenas vendem, mas conhecem a fundo cada uma das soluções comercializadas. Dessa forma, é possível orientar melhor as empresas na escolha e contratação.

É possível, também, sanar todas as dúvidas e receber orientações completas para que não se tenha surpresas ao utilizar os serviços. Os corretores são transparentes em relação a cada plano de saúde.

Oferece conforto e segurança

Na corretora de saúde SP Coplana tudo é pensado para atender bem aos clientes e fornecer uma experiência única.

Os corretores vão até você ou entram em contato em momentos que não gerem incômodo, pois buscam proporcionar conforto na hora de escolher um plano para a empresa, oferecendo sempre o suporte necessário.

Para isso, a Coplana entende as necessidades da organização e atua de forma transparente para que não restem dúvidas sobre o serviço contratado e a forma de atuação da corretora.

Veja também: 5 dicas de como escolher um plano de saúde para sua empresa

Corretora de saúde SP que oferece uma cotação rápida

Cotações demoradas e que solicitam mais informações do que o necessário não fazem parte do perfil da Coplana. A corretora busca facilitar o acesso às informações por meio do preenchimento de um formulário simples e rápido para receber um contato e valores dos planos disponíveis.

Dessa forma, é possível agilizar a contratação de um plano de saúde sem necessidade de esperar, afinal o foco é sempre em prestar um atendimento de qualidade. O melhor é que com apenas uma cotação se consegue receber ofertas de mais de uma operadora, assim você pode escolher a mais vantajosa.

Atende a todos

A Coplana é uma corretora de saúde SP que visa atender a todos que a procuram, por isso tem parceria com as operadoras de saúde para oferecer tanto planos para pessoas físicas como jurídicas.

Com ela, é possível encontrar uma solução que atenda as mais variadas necessidades e que traga satisfação na proposta apresentada. Portanto, seja para cuidar da sua família, dos seus bens, pets ou de seus colaboradores, você sempre poderá contar com a nossa corretora.

Depois de conhecer os diferenciais da Coplana, é possível perceber que ela se destaca como uma corretora de saúde SP. Se você precisa de informação, tirar dúvidas, fazer cotações ou contratar um serviço de assistência médica, pode contar sempre conosco. Clique no botão abaixo para entrar em contato.

5 vantagens do plano de saúde ambulatorial

5 vantagens do plano de saúde ambulatorial

Quando a empresa busca contratar um plano de saúde ambulatorial, ela deve verificar quais as coberturas serão disponibilizadas e, isso muitas vezes, está associado ao tipo de segmentação assistencial.

Para a ANS, é a segmentação assistencial que determinará qual lista de procedimentos que deve ser disponibilizada aos clientes.

No caso do plano de saúde ambulatorial deverão ser contempladas consultas médicas em clínicas ou consultórios, exames, tratamentos e demais procedimentos ambulatoriais. No caso de atendimento de emergência, esse é limitado as primeiras 12 horas de atendimento, sendo excluídos os procedimentos de cobertura hospitalar.

Apesar de haver algumas limitações em relação as coberturas, se comparado ao plano ambulatorial + hospitalar com obstetrícia, o plano de saúde ambulatorial possui suas vantagens. Conheça algumas delas.

1. Custo reduzido do plano de saúde empresarial

Por ter um atendimento um pouco mais restrito que o plano referencial ou hospitalar, o plano empresarial possui um custo muito mais acessível.

Dessa forma é possível disponibilizar um serviço de cuidados com a saúde sem que as finanças fiquem prejudicadas.

2. Atendimento para as maiores demandas

Cerca de 75% dos benefícios de assistências médicas buscam por consultas com médicos e a realização de exames sendo exatamente isso que o plano de saúde ambulatorial oferece.

As coberturas oferecidas são ideais para atender a maior parte da demanda e não deixarão a desejar, principalmente para quem busca os cuidados preventivos e se preocupa com os exames de rotina.

3. Atendimento em rede própria ou credenciada

A operadora pode oferecer o atendimento em uma rede própria de saúde, ou seja, em clínicas e laboratórios próprios ou em credenciada, disponibilizada por parceiros.

Dessa forma será possível contar com diversos pontos de atendimento e conseguir ser atendido dentro do prazo que a lei determinada e tendo a opção de escolha.

Leia também: Normas ANS: Conheça as regulamentações para plano de saúde

4. Possibilidade de escolher a opção coparticipativa

É possível escolher o plano de saúde ambulatorial com ou sem coparticipação. No primeiro caso, o valor da mensalidade será menor e se o serviço for utilizado será cobrado um valor pelo procedimento.

Já o caso de não haver coparticipação, será possível utilizar as coberturas de forma ilimitada sem que haja alteração nos valores a serem pagos, ideal para quem passa por muitas consultas e exames médicos.

5. Acesso a bons profissionais de saúde

As operadoras quando escolhem a sua rede credenciada e os profissionais que atuarão na rede própria, realizam uma seleção criteriosa para garantir que conseguirão ter uma boa qualidade no atendimento.

Isso garante que quem buscar atendimento médico no plano de saúde ambulatorial poderá contar com excelentes profissionais e que prestarão todo o auxílio necessário para cuidar bem da saúde.

Como escolher o melhor plano de saúde ambulatorial?

Todo plano de saúde ambulatorial deve disponibilizar um rol mínimo de procedimentos conforme determina a ANS, porém, se houverem alguns adicionais isso pode ser um diferencial na hora de contratar o serviço.

Além disso, é preciso considerar o custo-benefício, atendimento e suporte oferecido para a empresa.

Para que consiga avaliar todos esses critérios, muitas vezes, é preciso contar com a ajuda de uma corretora de saúde como a Coplana. Ela possui corretores especialistas que oferecerão um excelente suporte e atendimento para que todas as dúvidas sejam esclarecidas e indicarão as melhores opções do mercado.

O plano de saúde ambulatorial pode ser uma ótima escolha, basta ter um suporte para fazer a escolha certa e adequar o produto as necessidades da sua empresa.

É possível evitar o período de carência na troca de plano de saúde?

É possível evitar o período de carência na troca de plano de saúde?

Mudar de plano de saúde por necessidade de rever as coberturas inclusas ou pelo fato de buscar outra operadora de saúde é viável, a questão é que em alguns casos é preciso cumprir o período de carência.

Esse tempo de espera segue algumas regras estabelecidas pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e é aplicado apenas em alguns casos.

Entenda quando é necessário cumprir o período de carência e as situações em que existe a portabilidade ou mudança de plano que o torna isento.

Troca de operadora sem cumprir período de carência

Para quem deseja trocar de operadora, ou seja, fazer a portabilidade, pode aproveitar o tempo que já cumpriu com a empresa antiga para não precisar cumpri-lo novamente. Essa mesma regra é válida para quem apenas está trocando de plano por um de maior cobertura, mas permanecerá com a mesma empresa prestadora de serviço.

Nesse caso, ao solicitar a troca será feita a verificação de tempo de contrato já cumprido. Para a primeira portabilidade é exigido 2 anos de origem no plano anterior ou 3 anos, se houver cumprido Cobertura Parcial Temporária (CPT).

Já a partir da 2ª portabilidade, esse tempo diminui, será preciso ficar pelo menos 1 ano com o plano atual ou 2, se durante a primeira mudança houve a inclusão de coberturas.

Passado o período, a portabilidade com isenção de carência pode ser solicitada a qualquer momento, entretanto, se o beneficiário estiver internado, será necessário aguardar a alta hospitalar.

Um ponto de atenção é que se forem incluídas novas coberturas, essas especificamente deverão ter o seu período de carência cumprido em sua totalidade.

Quando existe necessidade de cumprir essa exigência parcial

Para quem está trocando de operadora, mas ainda não cumpriu o período de carência total, existe a possibilidade de conseguir uma redução nesses prazos.

Leia também: Checklist de como contratar um convênio médico empresarial

A PRC 501 e 503 determinam que, quando ocorre a mudança entre operadoras da relação de congêneres e já se cumpriu uma parte da carência, se tem direito ao benefício parcial.

A PRC 501 é válida para quem cumpriu um prazo de 6 a 12 meses na operadora anterior e a PRC 503 para quem ficou mais de 12 meses.

Ao mudar para a nova empresa, será possível diminuir o tempo de espera em diversas situações, conforme alguns exemplos da tabela a seguir:

Grupo de benefícios Carência contratual PRC 501 PRC 503
Consulta eletiva em consultório, clínica ou centro médico 30 dias 1 dia 0 (zero)
Exames e procedimentos especiais realizados em regime
ambulatorial
180 dias 30 dias 0 (zero)
Internações em geral 180 dias 120 dias 0 (zero)
Parto a termo 300 dias 300 dias 300 dias

 

Quando existe necessidade de cumprir essa exigência total?

Para as demais situações, será preciso cumprir o período de carência total, independentemente de ser proveniente de um plano individual familiar, coletivo ou empresarial.

Se o prazo de permanência mínima não foi cumprido na operadora de origem, ao fazer a portabilidade ele será reinicializado com o período máximo.

Outro fato importante a destacar é que mesmo que a carência tenha sido cumprida na operadora anterior, mas ela ou o plano não estiver regulamentado, as regras de portabilidade não se aplicam. Nesse caso, será necessário começar do zero o tempo de espera.

Portanto, existe a possibilidade de evitar o período de carência, para isso é preciso ficar atento às regras e solicitar a portabilidade para a nova operadora sem que seja feito o cancelamento do plano anterior.

 

 

 

 

Carência plano de saúde: O que é e como funciona?

Carência plano de saúde: O que é e como funciona?

Muita gente acredita que basta contratar um serviço de assistência médica e ele já estará disponível para o uso, porém existe a carência plano de saúde que pode gerar um pouco de espera. E isso não acontece só com pessoas físicas, mas também com empresas que contam com o serviço.

Apesar de esse ser um procedimento, ele não é válido em todas as situações. Então qual a diferença? Ou melhor, o que é essa tal de carência?

O que é a carência plano de saúde?

Antes de mais nada, é preciso entender que carência plano de saúde é regulamentada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Logo, essa regra é válida para todas as operadoras de saúde do País.

Carência é o prazo que se deve aguardar para utilizar os serviços do plano, após a contratação deste. Por exemplo, se a empresa ofereceu a assistência ao funcionário, após fazer a adesão pode ser necessário aguardar até 180 dias para a realização de um exame.

Durante esse período, o beneficiário arcará com as mensalidades, porém não poderá utilizar os serviços.

É necessário esperar para que a empresa responsável pelo plano de saúde possa se ajustar aos novos clientes e assim cumprir o contrato oferecendo os serviços especificados no documento.

Leia mais: 5 dicas de como escolher um plano de saúde para sua empresa

Quais os prazos de carência?

Uma boa notícia é que nem sempre será preciso aguardar o prazo máximo de carência plano de saúde, ou melhor, em algumas situações ela pode ser extinta.

A ANS disponibiliza uma tabela de carência com prazos que variam conforme o procedimento, como segue.

Situação Tempo a ser aguardado após a contratação do plano de saúde*
Casos de urgência, acidentes pessoais ou complicações no processo gestacional. E emergência, risco imediato à vida ou lesões irreparáveis. 24 horas 
Partos a termo, excluídos os partos prematuros. 300 dias
Doenças e lesões preexistentes (quando contratou o plano de saúde, a pessoa já sabia do quadro)** 24 meses
Demais situações 180 dias

De acordo com essas  regras, para ter acesso a uma consulta seria preciso aguardar cerca de seis meses. Entretanto, essa tabela é válida apenas para plano de pessoas físicas ou empresariais que tenham até 29 vidas.

Leia mais: Corretora de saúde: Descubra por que a Coplana é a melhor

Como funcionam esses prazos?

O procedimento de maior prazo de espera em carência plano de saúde é o parto, mas vale ressaltar que para usufruir dos serviços é preciso que o plano contratado contemple a cobertura. Se você contratou um plano sem obstetrícia, mesmo aguardando os 300 dias, não conseguirá realizar o parto com a cobertura da operadora.

Se a empresa for pequena e consequentemente houver poucos beneficiários, a carência será aplicada, mas cabe à operadora definir quais serão os prazos, podendo estes serem diminuídos, mas nunca estendidos.

Nesse caso, havendo negociação entre as partes para que o atendimento comece o quanto antes, deve estar especificada a informação no contrato  com os procedimentos e a quantidade de dias de espera.

Já as empresas com mais de 30 vidas estão isentas do cumprimento da carência, entretanto, é preciso que o funcionário faça a adesão do plano em até 30 dias a contar da data de sua contratação ou do começo da oferta. Se passar dessa data, somente a pessoa que não seguiu a regra terá de cumprir a carência.

Além disso, os beneficiários de planos coletivos empresariais também ficam isentos de carência em caso de portabilidade, mas isso é assunto para outro artigo.

Agora que já sabe como funciona a carência plano de saúde, atenção quando for contratar o serviço para a sua empresa e não se esqueça de repassar essa informação aos colaboradores.